Satisfação profissional

Satisfação profissional: a importância de trabalhar com o que você gosta 👩‍💼

É possível acordar animado para mais um dia de trabalho e cheio de disposição para fazer o melhor? Saiba que sim! E o nome disso é satisfação profissional.

Talvez você ainda esteja cogitando escolher uma carreira mais tradicional, que promete bons salários, ou seguir os passos dos seus pais. O problema é que escolher uma profissão por esses motivos pode só gerar frustração. 

É por isso que aquele papo sobre “escolher um curso que tenha a ver com você” precisa ser levado a sério. 

Continue lendo para saber por que ter um trabalho que é a sua cara deve ser uma prioridade!

Quais as consequências de escolher uma carreira que você não gosta?

A falta de satisfação profissional traz prejuízos não só para a sua vida profissional, mas também para a sua vida pessoal. Veja quais são alguns deles:

Ser uma pessoa que só reclama da vida

Quem não gosta do trabalho que tem costuma viver reclamando. Reclamam da empresa, do chefe, da falta de tempo, além de passar o dia esperando o expediente acabar e a semana toda esperando pelo final de semana. 

Você não quer se tornar esse tipo de pessoa, certo?

Falta de propósito

Quem tem o privilégio de fazer escolhas deve agarrar as oportunidades e buscar um trabalho que dá propósito à vida. 

Afinal de contas, uma carreira que não tem nada a ver com o que você valoriza pode acabar com a sua motivação.

Coloca a saúde em risco

Pode parecer exagero, mas não é. A baixa satisfação no trabalho, além de ser motivo de infelicidade, é capaz de causar problemas tanto para a saúde física quanto mental. 

Ou seja, não adianta empurrar um emprego com a barriga ou o preço vai ser caro no final.

Por que buscar satisfação profissional?

Veja, a seguir, alguns dos principais benefícios que deixam ainda mais clara a importância de se fazer o que gosta.

1. Mais motivação e produtividade

Todo mundo se sente mais motivado quando curte o que faz. 

Portanto, se você não quer ser o tipo de pessoa que se arrasta da cama para ir ao trabalho, não escolha uma profissão por pressão ou por status.

Quem encontra a tão sonhada satisfação profissional tem prazer em fazer as tarefas diárias, dar o melhor de si e alcançar bons resultados. A produtividade também agradece, já que a disposição ajuda qualquer pessoa a fazer mais em menos tempo.

2. Ser referência na sua área

A ideia aqui não é fazer você se sentir obrigado a ser o melhor de todos na área que escolher. Porém, o amor pela profissão faz você chegar mais longe e construir uma carreira de sucesso.

Isso porque o seu interesse em aprender cada vez mais, se dedicar e ser um bom profissional vai fazer com que você se destaque entre os demais.

Mesmo que você não se preocupe com isso, o reconhecimento chega em algum momento. Quando isso acontecer, todo o esforço terá valido a pena!

Satisfação profissional - referência

3. Você pode ganhar mais

Quantas vezes você não ouviu alguém dizer que escolheu tal carreira porque é o que “paga bem”? 

Apesar de ser uma história comum, o final dela pode ser um poço de frustração não só pela insatisfação, mas também porque nenhuma profissão garante o salário dos sonhos.

Para conseguir ganhar bem, você precisa ser bom no que faz. 

E geralmente as pessoas só são boas no que fazem quando a escolha profissional foi certeira. Ou seja, um bom salário é apenas consequência. 

4. Melhor qualidade de vida

Nunca se falou tanto em qualidade de vida quanto hoje. 

Diferentemente das gerações anteriores, a galera que está entrando agora no mercado de trabalho busca uma vida equilibrada.

Fazer o que gosta não significa abandonar o lazer, deixar de sair com os amigos e de viajar para dar o sangue pelo trabalho. 

Pelo contrário, a satisfação depende de um equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Portanto, é fazer algo que agregue e não que limite a vivência de outras experiências importantes.

5. Passar longe do estresse

Ter uma rotina estressante é obviamente péssimo para a saúde. Se você tiver um emprego desgastante, cheio de cobrança, com longas jornadas de trabalho e, acima de tudo, em uma área que você não curte, as chances de viver sempre estressado são altas.

Sendo assim, tenha isso em mente e não se esqueça do quanto a satisfação profissional é importante não só em termos de carreira, mas por conta da saúde também.

Satisfação profissional: saiba como dar o primeiro passo

Aqui não existe motivo para você ficar ansioso. Respire, relaxe e não se desespere em descobrir o que o futuro guarda para você. Afin

al, é você quem deve assumir as rédeas da própria vida, ok?

Nesse caso, a escolha da faculdade é um dos caminhos. Com base nos seus interesses, nas atividades que gosta de fazer e nas habilidades que possui, avalie qual curso superior pode ser uma boa opção.

Isso porque sem qualificação fica difícil ter algum poder de escolha no mercado de trabalho. 

Mais do que um diploma, o ensino superior vai fornecer os conhecimentos e as ferramentas necessárias para que você possa ter um trabalho que é a sua cara. Este deve ser o seu ponto de partida!

Além disso, é na faculdade que você vai conhecer professores que são referências em suas áreas de atuação e fazer amizades com futuros colegas de trabalho. Os contatos que você faz durante a graduação podem criar pontes importantes para você alcançar a satisfação profissional que deseja.

Gostou do post? Quer ter acesso a outros conteúdos relacionados à carreira? 

Então comece agora a seguir a Belas Artes no Instagram e no Facebook e acompanhe as principais novidades sobre o mercado de trabalho!

Postar comentário