faculdade de Relações Internacionais

Saiba o que se estuda na faculdade de Relações Internacionais ✈️

A escolha de um curso superior normalmente é cercada de muitas dúvidas. Seja para o estudante que acabou de sair do ensino médio ou para o profissional que deseja se aprimorar.

Uma maneira de resolver essa questão de forma eficiente é avaliar dois aspectos. Primeiro, as oportunidades que a nova formação pode abrir no mercado de trabalho. Segundo, as matérias que são abordadas durante o curso. 

Nesses pontos, atualmente, a faculdade de Relações Internacionais entra como uma opção perfeita para qualquer profissional.

Graças à globalização, governos e empresas estão precisando de profissionais capacitados para fazer “o meio de campo” com seus futuros parceiros estrangeiros. E a faculdade de Relações Internacionais forma exatamente esses profissionais.

Quer saber mais sobre esse curso e as matérias abordadas? Então confira o nosso artigo completo.

Boa leitura!

Qual o objetivo de uma faculdade de Relações Internacionais?

O curso de graduação em Relações Internacionais forma profissionais com capacidade para identificar, entender e conduzir relações entre agentes de países diferentes. Considera aspectos, como:

  • Economia;
  • Comércio;
  • Política;
  • Cultura;
  • Direito;
  • Social.

A atuação do profissional formado pode ser no setor público, trabalhando diretamente para governos ou órgãos públicos. Ou no privado, representando empresas em fóruns, palestras, reuniões, fechamento de acordos, entre outros.

Independentemente do setor, o primeiro foco de um internacionalista é a análise do cenário mundial, para identificar oportunidades e riscos para o seu empregador.

O que faz um profissional de Relações Internacionais no dia a dia?

Agora você já sabe como um internacionalista deve intermediar a comunicação entre um governo ou empresa e representantes de outro país. 

Mas, como funciona sua rotina? O que ele faz, de fato, no dia a dia? Acompanhe.

Inicia novos acordos

Muitas vezes, o internacionalista é o ativo que inicia o acordo entre as partes, até mesmo antes dos nomes envolvidos se pronunciarem oficialmente. 

O profissional se torna o fio condutor até que as negociações caminhem para acordos finalizados.

Atua como representante no exterior

Pelo seu domínio com outros idiomas e conhecimento sobre outras culturas, o profissional é enviado para outros países para ser o representante de um governo ou de uma marca privada. 

Ter um passaporte carimbado faz parte da sua carreira.

Alinha áreas das empresas

Quando em atuação na rede privada, uma das responsabilidades do Relações Internacionais é garantir o alinhamento das equipes em todos os países em que a sua empresa tenha negócio. 

Uma forma de assegurar que todos trabalhem dentro de planejamentos sólidos e efetivos.

Quanto ganha um profissional de Relações Internacionais?

Assim como em toda carreira, o salário de um internacionalista vai depender do seu tempo de mercado e da gestão da sua empresa atual. De qualquer forma, quanto maior o período de atuação, a tendência é ter melhores salários.

Logo após a formação, ainda em início de carreira, por exemplo, a média salarial é de 1.200 a 1.800 reais. Com tempo de experiência e bons frutos dentro do mercado, os ganhos mensais podem passar de 10.000 reais.

faculdade de Relações Internacionais disciplinas

Como funciona a faculdade de Relações Internacionais?

Para se tornar um expert em análise de cenário mundial, durante a faculdade de Relações Internacionais o aluno explora 3 grandes pilares: Relações Institucionais, Relações com Investidores e Relações Internacionais.

Os três juntos formam o “RI3”. Mas é claro que outros assuntos também são abordados ao longo dos semestres.

Outro ponto importante do curso é o domínio de outros idiomas, principalmente o inglês. Afinal, para manter um bom relacionamento com parceiros estrangeiros é necessário se comunicar de forma fluida.

Já a formação é no modelo bacharelado, podendo ser de forma presencial, semi presencial ou EAD, seguindo a mesma base curricular.

A média de duração do curso é de 4 a 5 anos. O aluno deve entregar o famoso Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para conquistar o seu diploma como um profissional formado em Relações Internacionais.

Quais são as matérias estudadas na faculdade de Relações Internacionais?

Como mostrado até aqui, um internacionalista precisa conhecer vários fatores de outras nações, como política, cultura e economia, para assessorar bem o seu empregador. E para que ele seja capaz de cumprir esse papel, deve passar por várias matérias durante o curso.

Vamos conhecer alguns dos principais assuntos estudados na faculdade de Relações Internacionais? Confira!

História moderna das relações internacionais

Na matéria de História moderna das relações internacionais, o aluno entende como se desenvolveram alguns conceitos internacionais ao longo dos anos. 

A ideia é apresentar a evolução das relações mundiais até os tempos modernos.

Marketing, comportamento e consumo

Ainda que dificilmente precise vender um produto ou serviço diretamente durante o seu trabalho, um internacionalista deve saber como apresentar a marca da sua empresa para um futuro sócio. 

E, para isso, ele precisa entender sobre comportamento e consumo, captando percepções, influências e atitudes das outras pessoas.

Microeconomia

Como dito, a Economia é um dos pilares do curso de Relações Internacionais, e dentro desse pilar está a Microeconomia. 

A matéria se aprofunda na definição de preços no mercado, entendendo como os valores de um produto ou serviços são estabelecidos para os consumidores.

Comércio Internacional

Na matéria de Comércio Internacional é explicado como acontecem as negociações entre países, sejam eles nações em desenvolvimento ou superpotências econômicas. 

Aqui também é onde o aluno entende como barreiras internacionais são formadas, para proteger empresas locais e fortalecer o PIB dos países.

Segurança Internacional

Durante a matéria de Segurança Internacional é abordada a forma como os países se protegem contra ameaças estrangeiras, não importando se são físicas, tecnológicas, operacionais, comunicacionais, etc. 

O aluno compreende como acontece o processo desde a investigação até a neutralização da ameaça.

Esperamos que com essas informações a tarefa de escolher um bom curso superior fique mais fácil. A qualificação profissional é muito importante para quem está iniciando uma carreira ou pensa em mudar de profissão.

Hoje a faculdade de Relações Internacionais é a opção certa para quem busca desafios e boas oportunidades de crescimento no mercado. Mas, tenha em mente que tudo começa pela escolha de uma instituição de ensino com know how na formação de profissionais.

A Belas Artes tem o diferencial de reforçar a identidade cultural no estudo, fator que garante vantagem competitiva ao profissional de Relações Internacionais. Considere a Belas na sua escolha!

Gostou do artigo? Não deixe de seguir a nossa página no Instagram e no Facebook para ficar por dentro de todas as nossas novidades.

Postar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.