engenharia civil

Confira 5 áreas da Engenharia Civil para você atuar 📐

Sabia que escolher qual curso fazer na graduação não precisa ser complicado? O ideal é pesquisar as opções para encontrar a que você mais tem interesse. Por exemplo: já pensou em fazer Engenharia Civil? É uma área que abre muitas portas!

No caso dos profissionais dessa área, eles podem trabalhar em diversos ambientes de trabalho, realizando funções distintas. Separamos algumas informações valiosas para você conhecer um pouco sobre a rotina desses profissionais.

Se você pensa em fazer essa graduação, está no lugar certo! Elaboramos este artigo com algumas áreas de atuação dos profissionais de Engenharia Civil. Você vai se surpreender com as possibilidades!

O que faz um profissional de Engenharia Civil no mercado de trabalho?

É muito provável que você conheça as funções mais comuns realizadas pelos engenheiros civis. 

Podemos destacar as obras civis, que envolvem a realização de projetos e gerenciamento de construções. Eles também trabalham fazendo fiscalização de obras para empresas empreiteiras em todo o país. 

É surpreendente como os engenheiros civis fazem tantas funções!

A execução e o acompanhamento de obras não ficam de fora das atribuições dos profissionais formados. Esses trabalhadores participam desde o início até a conclusão de projetos de prédios empresariais e residenciais.

Afinal, torna-se indispensável a presença do engenheiro que elaborou todo um projeto para analisar como está a construção de toda a obra.

Para você não ter mais dúvidas sobre isso, fizemos uma seleção com as principais áreas de Engenharia Civil.

Tivemos o cuidado ao abordar somente os segmentos mais relevantes e apresentarmos uma breve descrição de cada um deles. Confira a seguir!

1. Construção Civil: área que envolve os fundamentos da construção de diversos modelos

Os engenheiros civis realizam em softwares a elaboração da planta e o desenvolvimento do projeto da obra.

Na faculdade, eles aprendem a dominar esses programas para fazer seus futuros serviços quando estiverem formados. Quando a obra realmente começa a sair do papel, eles fazem um acompanhamento.

Isso inclui visitar diariamente ou periodicamente o local para conferir como está o andamento do projeto. Ou seja, se todas as recomendações estão sendo seguidas pelos pedreiros e arquitetos

Pode ser todo tipo de obra: pontes, casas, aeroportos, viadutos e shopping centers. Cabe aos engenheiros visualizarem os possíveis impactos no meio ambiente e a segurança da edificação.

Esse profissional também precisa analisar dados e comparar projetos de construções, além de observar os custos da obra. 

Vale destacar que o profissional deve ter registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), um documento que possibilita a atuação no mercado. Logo, as suas obras devem ser legalizadas.

2. Engenharia de Transportes: desenvolvimento e implantação de projetos

O profissional de engenharia de transportes trabalha fazendo pesquisas de monitoramento de tráfego, bem como a análise de dados e o planejamento de transportes. 

Esse engenheiro civil também deve estar atento à demanda de mercadorias para empresas fornecedoras de produtos.

Eles ficam encarregados de trabalhar na segurança de trânsito e análise de riscos. 

Outras funções, que são de responsabilidade desse profissional, incluem a instalação de sistema de transporte e a gestão de demanda de viagens.

Como podemos ver, é uma área ampla e que oferece diversas oportunidades. Os engenheiros ficam encarregados em auxiliar a demanda de transportes, construções, operações e manutenções de todo o sistema de transporte.

3. Estruturas: profissional focado em garantir a segurança o desempenho dos projetos de construções

O engenheiro civil de Estruturas utiliza o cálculo com o propósito de desenvolver grandes projetos. Também é importante ressaltar que eles devem garantir a segurança das pessoas que vão passar por esse lugar.

Esse profissional vai trabalhar realizando a elaboração de projetos de diversos tamanhos, sejam grandes ou pequenos. As tarefas incluem cálculos matemáticos para montar estruturas de uma casa ou edifício apropriadamente.

Devem visar as normas de segurança de acordo com as necessidades de cada projeto e a legalização de engenharia vigente no país.

Graças ao profissional formado em Engenharia Civil, é possível manter os espaços totalmente prontos para receber indivíduos de toda parte.

4. Geotecnia: área com ênfase no estudo de solo e materiais de construção 

O profissional de Geotecnia trabalha na linha de frente dos projetos de Engenharia Civil. Esse indivíduo é totalmente responsável pela operação segura da obra, estudando o comportamento do solo e das rochas. 

É imprescindível que estejam bem informados e saibam como realizar as análises desses recursos naturais antes de uma obra acontecer.

O uso desses materiais terrestres deve ser adequado para que a construção aconteça sem problemas. Caso contrário, sérios obstáculos podem surgir, aumentando as chances de uma interrupção da obra. 

O trabalho do profissional de geotecnia é fundamental na construção de barragens e grandes estruturas.

O geotécnico faz parte das obras antes mesmo delas começarem a ser desenvolvidas. O ambiente de trabalho desse profissional pode ser em atividades de campo e em laboratório. 

Tudo vai depender das necessidades de cada construção, já que têm necessidades específicas.

5. Recursos Hídricos e Meio Ambiente: segmento que gerencia o uso adequado de água 

O profissional de engenharia hídrica planeja o uso dos recursos hídricos para a prevenção dos impactos ambientais causados pela intervenção humana. 

O engenheiro hídrico busca solucionar problemas ambientais como a escassez de água em relação às questões econômicas, políticas e sociais.

Essa profissão abre um vasto leque de opções aos estudantes da área, visto que eles podem atuar em diferentes projetos.

Esse é o profissional encarregado de estudar o impacto da água na Terra e garantir que esse recurso não seja desperdiçado. É uma área que envolve conhecimentos em biologia e química.

Outro destaque desse engenheiro é a realização do controle de qualidade de água. Além disso, ele trabalha em áreas com grande fluxo líquido, como represas, no fornecimento de água e energia elétrica. 

Essas funções incluem operações de manutenção e reparo em reservatórios de água espalhados por todo o país.

Quais os salários dos cargos ocupados pelos profissionais de Engenharia Civil?

Em média, o salário do profissional de Engenharia Civil é de R$5.815,00. 

As variações são justificadas pela qualificação dos profissionais, bem como sua área específica de atuação. Experiências prévias também importam.

Dependendo do tempo em que cada engenheiro civil está atuando no mercado, seu salário pode sofrer variações significativas. 

O salário mais alto dos engenheiros civis, em relação ao nível de experiência, pode chegar até R$8.405,00.

Veja o salário mínimo dos profissionais de engenharia civil

Há uma lei específica sobre a regulamentação do salário recebidos pelos profissionais formados em Engenharia Civil, bem como em outras áreas. A Lei nº 4.950-A de 1966 apresenta uma tabela completa informando o salário do engenheiro civil.

É importante reconhecer que os valores informados no documento foram calculados considerando o salário mínimo atual e a duração do expediente do profissional de engenharia. 

Não importa em que área os profissionais atuem, o salário deve estar de acordo com a regulamentação em vigor no país.

Uma jornada de 6 horas resulta em um salário de 6 salários mínimos. Por outro lado, um profissional de Engenharia Civil que trabalha durante 7 horas, recebe cerca de 7,25 salários mínimos.

Por último, temos a maior carga horária, sendo esta de 9 anos, que garante o valor de 8,5 salários mínimos aos engenheiros civis.

Confira o salário dos engenheiros civis no mercado de trabalho brasileiro

Um engenheiro civil, recém-formado ou com até 2 anos de experiência, ganha entre R$4.500,00 a R$6.000,00. Esse valor é referente às pequenas e médias empresas.

Caso eles trabalhem para uma grande corporação, podem receber um salário entre R$4.500,00 a R$8.500,00. 

Com uma experiência de até 5 anos, chegam a ganhar entre R$5.500,00 a R$10.000,00 nas empresas de pequeno e médio porte. Se for uma empresa de grande porte, o salário aumenta e fica entre R$5.500,00 a R$13.000,00.

É por isso que muitos estudantes optam pelo curso superior em Engenharia Civil, visando uma vida financeiramente estável.

Considerando uma experiência de 6 a 9 anos, um engenheiro civil recebe até R$13.000,00 trabalhando nas pequenas e médias empresas. Entretanto, uma vivência no mercado de trabalho há mais de 10 anos pode garantir um salário ainda maior.

Se for em uma empresa grande, o salário fica em torno de R$9.000,00 até R$15.000,00. Bem acima da média do salário mínimo no Brasil.

Como está o mercado de trabalho para os engenheiros civis?

O interesse pela profissão vem tanto por homens quanto por mulheres, que costumam demonstrar facilidade nas disciplinas de exatas, como matemática e geometria. 

E para se dar bem na profissão é importante fazer o curso superior em uma instituição de ensino que garanta uma educação de qualidade. Podemos exemplificar isso com o aumento de engenheiros formados nos últimos anos.

Uma pesquisa realizada em 2010 indicava que o Brasil poderia ter cerca de 107 mil engenheiros formados em 2020. Mesmo com tantos acontecimentos no país, essa previsão foi superada pela quantidade de profissionais formados.

Agora, o Brasil tem mais de 148 mil engenheiros com diploma de conclusão de curso. Esse número é 2,46 vezes maior do que o esperado pela pesquisa feita anteriormente.

Qual a importância do curso superior na vida dos formados em Engenharia Civil?

É de grande importância fazer um curso de graduação na sua futura área de atuação. 

Como vimos anteriormente, cada vez mais alunos buscam por um meio para alcançar o mercado profissional.

Um curso superior atribui diversas vantagens, como ter um conhecimento específico na área e uma rede de contato com outros profissionais. É uma oportunidade enriquecedora de se informar sobre as subáreas da Engenharia Civil.

Pessoas formadas também aumentam as chances de estar bem empregadas, recebendo um salário acima da média e com uma carreira de sucesso.

As diversas disciplinas ofertadas no decorrer dessa fase acadêmica abordam assuntos e temas variados acerca da Engenharia.

Essa exposição a diferentes conteúdos ajuda os graduandos a identificarem suas áreas de interesse e escolher onde pretendem trabalhar no futuro.

Há muitas vantagens em fazer uma graduação em Engenharia Civil!

O ensino superior jamais deve ser descartado: ele deve ser visto como uma porta de entrada para o mercado de trabalho. 

Por esta razão, lembre-se de investir no ensino superior. Somente com as habilidades certas, é possível conseguir atingir seus objetivos!

Você sabia que o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo oferece a graduação em Engenharia Civil? Aproveite que já terminou a leitura e conheça o curso agora mesmo!

Postar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.