Designer

Profissão designer: saiba tudo sobre essa carreira 🖌️💻

Ser designer parece uma boa ideia? Se você está pensando em seguir essa profissão, vale a pena entender mais sobre ela antes de começar a dar os primeiros passos na carreira.

Isso porque existem várias ramificações do design. Cada uma delas trabalha com objetos totalmente diferentes.

Mas antes de conhecer melhor esses ramos, você vai conferir mais sobre o conceito de design e o que fazem os profissionais da área.

Venha com a gente!

designer - cta1

Você sabe o que é design?

O trabalho de um designer tem o propósito de melhorar diversos aspectos de um produto. É uma forma de adicionar ainda mais valor a eles por meio do visual, conforto, segurança e satisfação do consumidor.

Foi na busca de melhorar produtos que o design surgiu. Com o tempo foi se aprimorando, desenvolvendo e ramificando.

Trata-se de uma das profissões do futuro!

Hoje, boa parte das empresas usam o design como uma ferramenta poderosa para se diferenciar das concorrentes. Ou seja, é um jeito de se destacar e, ao mesmo tempo, oferecer mais do que apenas um produto.

Afinal, o designer é capaz de associar um objeto tanto a necessidades quanto também a ideias, conceitos e valores.

Em parceria com profissionais de outras áreas, o designer desenvolve projetos de produtos. E, no campo das ideias, não existem limites! 

Por isso, a criatividade conta muito aqui.

Tanto que a inovação é elemento fundamental para o sucesso dos designers. Ela aparece não só na criação de novos produtos mas também no uso diferenciado de materiais e processo de fabricação.

Quer ser designer? Veja 5 áreas para você escolher

Embora o nome dado ao profissional seja o mesmo, os designers podem trabalhar em áreas bem diferentes. Por isso, na hora de procurar o ensino superior, você vai ver que as faculdades oferecem algumas opções.

Qual será que tem mais a ver com você? É o que você vai descobrir a seguir.

1. Design de Interiores

Quem decide ser Designer de Interiores geralmente é aquela pessoa que sempre se interessou por decoração e transformação de espaços.

É esse profissional quem define o estilo, cores usadas, móveis, objetos de decoração etc. Mas fique sabendo que a área não se resume a apenas embelezar os ambientes.

Tornar o ambiente confortável, eficiente e funcional também faz parte dos objetivos do design de interiores.

Além disso, muitos projetos buscam respeitar o bem-estar das pessoas e o meio ambiente. Para isso, o designer precisa levar em conta aspectos culturais, estéticos, econômicos, ergonômicos, entre outros detalhes.

Alguns profissionais preferem trabalhar mais na área de pesquisa, geralmente com foco na criação de tendências, o que também é bem interessante.

2. Design de Produto

A criação de qualquer produto tem o trabalho de um designer por trás. E não se trata só de estética, mas também tem a ver com a segurança, necessidades do consumidor, funcionalidade, entre outros aspectos.

Por isso, o Designer de Produto pode trabalhar em várias indústrias, como a de eletrônicos, carros, móveis, embalagens e eletrodomésticos, por exemplo. Tem espaço também nos setores de maquinários agrícolas, motores, automação, ferramentas e equipamentos de saúde.

Há ainda quem prefira trabalhar com foco na criatividade e inovação, desenvolvendo novas soluções para uma série de necessidades. Esse é o caso, por exemplo, das soluções criadas para o mundo digital.

O designer contribui para o desenvolvimento de aplicativos, plataformas, softwares e sites que facilitem a vida das pessoas em relação ao transporte, compras, prática de esportes, organização, etc.

Isso geralmente envolve uma boa compreensão do comportamento humano. E, sobretudo, essas soluções se preocupam em proporcionar uma experiência positiva para o consumidor.

Designer de produto

3. Design de Games

Quem disse que toda a sua experiência com games não valeria de nada? Se você adora jogos, a área de Design de Games dá a você a oportunidade de trabalhar com o que gosta.

Aqui, o trabalho do designer é projetar o jogo, o que inclui a criação da história, personagens e programação de gráficos. Já imaginou desenvolver um game do zero?

É claro que para isso o profissional precisa mandar bem nos conhecimentos técnicos. Isso porque ele trabalha não só com programação, mas também com ilustração, animação, roteiro e por aí vai.

Além dos games, a área se dedica a outros produtos, como os sistemas de realidade virtual, simuladores para diferentes dispositivos e experiências imersivas.

Não basta só botar a mão na massa. O Designer de Games ainda precisa trabalhar com estudos e pesquisas para entender mais sobre o público do jogo e as tendências de mercado.

4. Design de Moda

Para ser designer de moda, desenhar e ter bom gosto não é suficiente. Até porque a área não se limita apenas à criação de roupas, estampas e acessórios.

Quem se forma na área pode trabalhar para marcas desenvolvendo coleções, compondo looks ou até figurinos para espetáculos, eventos, programas de televisão etc. 

Se tiver uma pegada empreendedora, pode até criar a própria marca. Não é à toa que ter uma boa base em conhecimentos sobre arte, cultura, tecnologia e negócios também é muito importante.

Ainda, se destaca ainda mais aqueles que sabem trabalhar com fotografia, mídias digitais e têm uma visão de marketing. Entender bem sobre o mercado de moda, indústria têxtil, logística e/ou vendas é algo que é de grande ajuda para conseguir cargos mais altos.

5. Design Gráfico

Esta talvez seja a mais conhecida entre as áreas do design. É o ramo responsável por criar logotipos, identidade visual, projetos gráficos, sistemas de sinalização, rótulos, marcas, embalagens.

Para isso, o designer precisa saber usar várias ferramentas de ilustração, editoração, tipografia, fotografia, entre outras técnicas.

Para se dar bem na profissão é preciso respeitar aspectos culturais, étnicos, tecnológicos e psicológicos do público. É preciso ter repertório.

Se quiser ter sucesso nessa área, vale a pena investir em conhecimentos de gestão, marketing e empreendedorismo.

Partiu ser designer?

Como você percebeu, dá para ser designer em diferentes áreas. Tudo vai depender do seu perfil, dos seus interesses e onde você se vê trabalhando no futuro. Já consegue ter uma ideia do seu curso superior?

Mas relaxa porque são coisas que você vai descobrir aos poucos. Ler bastante sobre esses assuntos ligados à carreira pode ajudar bastante a passar por esse difícil período de escolhas. 

Precisa de uma força? Assine a newsletter da Belas Artes e receba novidades exclusivas sobre o mundo do trabalho e a vida na faculdade!

designer - cta2

Postar comentário