Graduação

A importância de fazer um curso de graduação que tem a ver com você 🎓

Você já sabe qual graduação vai fazer? Não caia na armadilha de escolher a carreira que é tendência, a que dá mais dinheiro ou o curso que as pessoas esperam que você faça.

Acima de tudo, você deve optar pela faculdade que é a sua cara! Ou seja, que esteja ligada aos seus principais interesses.

Continue lendo para entender o que faz essa decisão ser tão difícil. Além disso, você vai conhecer as consequências de escolher a carreira errada e os maiores benefícios de optar pelo caminho feito para você.

graduação - cta1

Por que é tão difícil escolher a graduação?

Essa decisão costuma ser delicada porque a graduação é encarada como algo que vai determinar o seu futuro para sempre. Afinal, é o primeiro passo em direção a uma carreira.

Por isso, a pressão é grande e vem de todos os lados: da família, dos amigos, além da pressão interna que sempre rola. A opinião dos pais costuma pesar bastante, principalmente quando são eles que vão bancar a sua experiência no ensino superior.

Porém, tente não tomar essa decisão com a intenção de agradar a alguém. Isso pode trazer consequências nada legais pro seu futuro.

Não se esqueça: quem precisa liderar essa missão é você! 

Mas como escolher o curso de forma consciente?

Olha, para isso, você vai precisar de uma boa quantidade de autoconhecimento. Isso significa descobrir quais são as suas habilidades, principais interesses, as coisas que você mais valoriza etc.

Depois, é hora de partir para a pesquisa sobre os cursos, profissões do futuro e mercado de trabalho. É uma etapa importante para conhecer melhor as diferentes áreas e a rotina das profissões.

Em resumo, esse é o conjunto de fatores que você precisa ter em mãos para escolher a graduação que tem a sua cara.

As consequências de escolher uma graduação que não tem nada a ver com você

A gente só descobre o que gosta de fazer na prática, mas esses pontos que falamos acima podem nos ajudar a ter uma noção de qual carreira seguir. Fatores como a pressão da família ou a opinião dos amigos não deveriam influenciar, pois isso pode ter consequências..

Trabalhar no que não gosta vai fazer com que você se sinta insatisfeito, desmotivado, pouco produtivo, podendo gerar até problemas de saúde. Portanto, não é brincadeira.

É claro que existe muita gente que acaba trabalhando em áreas que não têm a ver com elas. Talvez elas não se importem tanto, encarando o emprego apenas como uma fonte de renda.

Entretanto, o problema de seguir fazendo algo que você não considera apaixonante é que fica muito mais difícil aproveitar suas habilidades, ter motivação para trabalhar ou conseguir ter uma carreira de sucesso.

Vale lembrar que é sempre possível pegar um caminho diferente. Alguns descobrem que deviam ter seguido outra carreira depois de terem começado o curso superior ou a trabalhar na área. Afinal, é sempre tempo de mudar.

Graduação - perfil

6 benefícios de fazer a graduação que é a sua cara

Confira abaixo alguns dos pontos positivos da escolha do curso ideal para você:

1. Curtir a rotina de trabalho

Imagina ter que passar pelo menos oito horas do seu dia fazendo algo que você detesta. Parece uma péssima ideia, não é verdade? Isso é o que pode acontecer com quem escolhe um curso por “livre e espontânea pressão”.

Se é pra passar boa parte do tempo de vida trabalhando, que seja com algo que tem a ver com você.

Quando você curte o dia a dia da profissão, não tem por que sofrer com a chegada da segunda-feira ou passar todos os dias de trabalho ansioso pelo final de semana.

2. Ter liberdade

A liberdade profissional é uma das chaves para a felicidade. É disso que você tem que correr atrás para não se sentir refém do próprio trabalho.

Não estamos falando sobre chegar a hora que quiser. É muito mais do que isso! Aqui, o que interessa é você poder escolher o que faz, a forma de fazer e com qual objetivo.

3. Realização pessoal

Dar o start na vida adulta é difícil, pois vários desafios vão aparecendo. E até mesmo novas necessidades, como se sentir realizado como pessoa.

A escola, muitas vezes, parece uma uma obrigação, certo? Já a graduação é quando você vai atrás da sua paixão, do que você gosta de verdade.

Em pouco tempo, esse mundo novo faz você se sentir mais completo, ou seja, realizado. Isso só vai te dar mais gás para continuar!

4. Produtividade lá em cima

A escolha do curso certo é capaz de fazer você se sentir mais produtivo. É o que acontece com a maioria das pessoas quando estão fazendo o que gostam.

Tente lembrar da última vez que você precisou fazer um trabalho para a matéria que você mais detesta. Não parece que o tempo demorou para passar?

Por outro lado, quando você curte o que faz, as horas voam. Além disso, a impressão é de que dá para fazer muito mais em menos tempo.

5. Qualidade de vida

Muitos dos problemas de saúde que as pessoas enfrentam estão ligados ao estresse no trabalho. Eles podem ser tanto físicos quanto mentais.

Não é à toa que tanta gente sofre de ansiedade, depressão, doenças cardiovasculares etc.

Com uma rotina prazerosa, o estresse costuma ser bem menor. E, assim, você evita ter que lidar com boa parte desses problemas.

6. Ótimas oportunidades

Tudo está interligado. Quem escolhe a graduação certa consegue trabalhar com o que gosta, se sente mais realizado, é mais produtivo e mais motivado.

Isso fica estampado na cara dos profissionais. E, portanto, as empresas percebem e valorizam.

É o melhor jeito de se destacar no ambiente de trabalho. Com isso, você aumenta suas chances de receber ótimas oportunidades profissionais.

Mesmo que todo mundo queira dar pitaco, faça a graduação que você realmente quer. É você quem deve dar a palavra final sobre seu futuro, afinal, é a sua vida.

Então fique por dentro dos assuntos mais quentes sobre a vida na faculdade e no mercado de trabalho.

Quer saber como ter acesso às principais novidades? É só assinar a newsletter da Belas Artes!

graduação - cta2

Postar comentário