Artes Visuais

Saiba como √© a carreira em Artes Visuais ūüé®

Quem curte artes visuais tem um mundo para explorar pela frente. √Č poss√≠vel transitar entre diferentes espa√ßos e aproveitar todas as possibilidades que as artes oferecem.

Se a ideia é construir uma carreira na área, é importante que você conheça mais a fundo o que fazem os profissionais e com o que eles podem trabalhar.

Você confere tudo isso neste post!

O que faz um bacharel em Artes Visuais?

Quem faz o curso de bacharelado em Artes Visuais ganha o título de bacharel. Essa é uma formação mais abrangente, com foco na preparação para o mercado de trabalho.

Portanto, √© diferente da licenciatura, que √© voltada para quem pretende trabalhar com educa√ß√£o, dando aulas em escolas p√ļblicas e privadas.

Tem gente que faz a gradua√ß√£o para aperfei√ßoar seus talentos e adquir conhecimento, t√©cnicas e repert√≥rios. Assim, √© poss√≠vel produzir obras como quadros, esculturas e instala√ß√Ķes e cada vez mais sofisticadas.

Mas essa n√£o √© a √ļnica op√ß√£o, pois o mercado oferece outras possibilidades ‚Äď como voc√™ vai ver a seguir:

Circuito cultural

Se voc√™ √© do tipo que curte frequentar espa√ßos culturais e se importa com o papel da arte na sociedade, oportunidades n√£o v√£o faltar. Principalmente para quem vive nas grandes cidades, h√° uma infinidade de op√ß√Ķes de trabalho.

D√° para atuar no circuito cultural fazendo pesquisas, curadoria, produzindo e organizando exposi√ß√Ķes, mostras de arte e outros eventos.

Ao longo da carreira, quando o profissional adquire mais repertório, também é possível trabalhar como crítico de arte.

Há também bastante espaço para quem gosta de outras linguagens, como a fotografia e o audiovisual, por exemplo.

Economia criativa

O profissional das artes visuais também é fundamental para a economia criativa. Já ouviu falar sobre isso?

A economia criativa √© formada pelos neg√≥cios baseados na criatividade e que geram valor econ√īmico. Ou seja, produtos ou servi√ßos que usam como mat√©ria-prima o capital cultural e intelectual.

Pensando que esse é, portanto, um mercado movido por ideias, ninguém melhor do que os profissionais das artes para fazer o negócio andar.

Quem se forma na √°rea trabalha onde?

Isso vai depender de qual ramo das artes visuais o profissional vai escolher trabalhar.

Por exemplo, se você sonha em se dedicar à criação de suas próprias peças, ter um ateliê vai ser a melhor opção. Depois de produzidos, você pode tentar vender ou oferecer seus trabalhos para serem expostos em outros espaços.

J√° no caso do circuito cultural, tudo muda, pois as oportunidades de trabalho est√£o nos museus, galerias e outros centros .

Por outro lado, se você quiser trabalhar com economia criativa, as startups costumam ser os lugares mais procurados.

Mas como o trabalho nas artes visuais é muito diverso, saiba que você pode encontrar vagas em outros lugares, como teatro, televisão, ONGs, moda, agências de comunicação e empresas.

8 √°reas para os formados em Artes Visuais

Com o que você gostaria de trabalhar? Conheça abaixo algumas das áreas de atuação e descubra qual tem a sua cara:

1. Pintura

A pintura √© uma arte que costuma ter bastante espa√ßo nos museus e galerias. A partir de diferentes materiais, t√©cnicas e olhares, os artistas produzem quadros √ļnicos.

Eles podem retratar pessoas, objetos, paisagens e até figuras abstratas. O que mais importa é como um quadro consegue tocar as pessoas.

2. Desenho

Essa é mais uma área com muitas possibilidades para os profissionais das artes visuais. Afinal, o desenho está presente em vários meios tanto físicos quanto digitais.

Os desenhistas ou ilustradores podem fazer trabalhos individuais ou mesmo em parceria com escritores, agências de comunicação, editoras, empresas etc.

3. Escultura

A escultura é mais um dos tradicionais ramos das artes. Por mais tradicional que ela seja, saiba que os processos para criação de esculturas mudaram muito com a tecnologia.

√Č claro que existem artistas que ainda modelam argila e outros materiais manualmente para produzir suas pe√ßas. No entanto, hoje √© poss√≠vel contar com ferramentas incr√≠veis, como as impressoras 3D.

4. Galerias de arte

Quem tem um olhar apurado, é detalhista e organizado costuma se encontrar na curadoria. O profissional da área é quem escolhe os trabalhos que vão ser expostos em galerias e como valorizar as obras.

A experiência que você tem em um museu nunca se deve só as peças que estão lá. Tudo é pensado nos mínimos detalhes, como o uso de luzes, o percurso, a interação.

Aqui, o empreendedorismo tem vez: é comum que artistas visuais abram suas próprias galerias.

5. Design de cena

A perspectiva do artista também é importante na hora de criar os cenários para teatro, espetáculos de dança e programas de televisão.

Os profissionais que entram para essa área ficam responsáveis por fazer toda a composição visual dos cenários, o que inclui planos de fundo, luz, etc.

Artes Visuais - galeria

6. Crítica de arte

Para fazer uma boa crítica de arte, é necessário ter muito conhecimento e também experiência no ramo.

Por isso, quem geralmente trabalha com isso s√£o os profissionais que j√° est√£o na ativa h√° um tempo.

7. Fotografia

Muitos artistas se encontram na fotografia. Assim como o desenho, as fotos est√£o por todos os lados.

Apesar de ser possível ter um emprego formal, a maioria dos fotógrafos trabalha como freelancer, fazendo trabalhos pontuais para diferentes clientes.

8. Moda

As artes visuais e a moda se conversam o tempo todo. Por isso, √© uma √°rea bastante procurada por quem curte a ind√ļstria fashion.

D√° para trabalhar criando estampas para marcas, produzindo desfiles, elaborando cat√°logos, entre outras fun√ß√Ķes.

Acredite no seu talento

Para ter uma carreira de sucesso nas artes visuais, ser criativo não é o bastante. Você precisa apostar no seu talento, pois nenhum artista vive só de glamour.

Além disso, tome cuidado para não cair na cilada de acreditar que o reconhecimento vem da noite para o dia. No mundo real, as coisas não funcionam desse jeito.

Outro ponto importante: √© preciso que o artista visual tenha no√ß√Ķes de empreendedorismo, marketing e outros conhecimentos importantes para o mundo dos neg√≥cios. 

Afinal, em muitos casos o pr√≥prio criador √© respons√°vel por vender as obras que produz ‚ÄĒ e esse caminho costuma gerar uma boa renda.

Ou seja, √© preciso correr atr√°s, investir na sua forma√ß√£o, aumentar sua bagagem de conhecimento e dar a cara a tapa. 

E para n√£o cair de paraquedas no mundo das artes, acompanhe as novidades do mercado e fique antenado!

Quer saber como receber as novidades do mercado de trabalho e conte√ļdo interessantes sobre a vida na faculdade? Assine agora a newsletter da Belas Artes!

Postar coment√°rio