Rádio e TV: saiba como está o mercado e salários da área

Rádio e TV: saiba como está o mercado e salários da área
14 de março de 2018 Belas Artes

A comunicação é uma área bastante ampla dentro de todas as possibilidades dos cursos de humanas. Isto é, dentro da comunicação social, é possível cursar Publicidade e Propaganda, Jornalismo, Relações Públicas e também Rádio e TV. E apesar de fazerem parte de um mesmo ciclo básico, esses cursos são bastante diferentes entre si. Já parou para pensar nisso?

O profissional de Rádio e TV é responsável por produções audiovisuais. Num cenário no qual as tecnologias avançam e a internet leva conteúdo para os smartphones de grande parte da população, a atuação desses profissionais não fica restrita apenas aos grandes meios que dão nome ao curso. Você consegue imaginar quantas portas são abertas para profissionais do audiovisual todos os dias?

Se você se interessa por essa carreira e quer entender melhor o que te espera no futuro, continue lendo este texto até o final. Veja agora como está o mercado de trabalho e os salários na área.

O início da carreira como estagiário

O estágio é uma importante fonte de renda para os universitários. Mais que isso, ele deve ser encarado como uma oportunidade de aprendizado na prática. Isso porque a faculdade cobre toda a teoria e desenvolve situações simuladas, mas é apenas na vida real que o estudante tem a possibilidade de entender como essa profissão realmente funciona, quais são os prazos praticados e pressões do dia a dia. Com isso em mente, as bolsas para estagiários de Rádio e TV costumam variar entre R$ 1.000,00 e R$ 1.500,00.

O primeiro emprego depois de formado

Assim que se formar, o profissional de Rádio e TV deve buscar por uma vaga como junior em agências, meios de comunicação ou produtoras audiovisuais. Nesse momento da carreira, a fase de aprendizado do estagiário já passou, mas ainda há muito o que absorver com os profissionais experientes.

Rádio e TV

Nesse sentido, é comum que muitos juniors ainda passem por situações de aprendizado e as mesclem com momentos em que a responsabilidade está nas suas mãos. Dessa forma, é possível continuar a curva de conhecimento sempre ascendente. Para essa faixa de trabalho, os salários costumam ser entre R$ 2.000,00 e R$ 2.500,00.

O analista pleno, com mais experiência e responsabilidade

Depois de um tempo trabalhando como junior, o profissional de Rádio e TV é promovido a pleno. Nesse momento, muitos dos projetos e estratégias já podem ser assumidas por ele. Também é comum que o analista comece a desenvolver suas habilidades como líder, uma vez que terá seus próprios estagiários e analistas juniors. Acima de tudo, essa é uma fase importante da carreira, pois é nesse momento que você poderá provar o seu valor como bom tomador de decisões e que está apto para continuar crescendo na carreira. A faixa salarial para esses profissionais varia entre os R$ 3.000,00 e os R$ 5.000,00.

O chefe de Rádio e TV

O alto escalão do Rádio TV é o profissional sênior. Nesses casos, eles geralmente têm bastante tempo de carreira acumulado, assim como experiência e um certo faro para o que pode ou não dar certo. Essas pessoas têm toda uma equipe sob seu comando e, consequentemente, muita responsabilidade nas mãos. Por isso, a faixa salarial desses profissionais começa em R$ 5.000,00.

Em qualquer profissão, os valores de salários e possibilidades de inserção no mercado de trabalho vão variar de acordo com as demandas das cidades em que o profissional deseja atuar. E não é diferente para Rádio e TV. Por isso, é importante ter em mente quais são os seus objetivos de carreira e correr atrás daquilo que você deseja conquistar.

Você vai cursar Rádio e TV? Conte quais são as suas expectativas na nossa caixa de comentários.

Top