Arquitetura e urbanismo: 4 provas de que você está escolhendo a área certa

Arquitetura e urbanismo: 4 provas de que você está escolhendo a área certa
8 de janeiro de 2018 Belas Artes

arquitetura e urbanismo

Ao decidir qual carreira seguir, é comum sentir insegurança. Será que esse é o caminho adequado? E se essa não for a melhor opção para fazer o vestibular? Como saber que os passos seguem rumo à direção certa?

Essas são dúvidas muito frequentes da maioria de quem passa por isso. Quando se fala em arquitetura e urbanismo, não é diferente. Pode acreditar: até grandes arquitetos já se perguntaram, em algum momento, se estavam na área certa.

Para ajudar a responder essa questão que vem lá do fundo, conheça 4 provas de que está seguindo na direção correta!

1. O seu talento natural conta muito ao escolher arquitetura e urbanismo

Para ser bem-sucedido em qualquer profissão, a sua aptidão natural tem grande importância. É claro que não é preciso dominar os conceitos ou já saber fazer tudo — afinal, é para ensinar isso que serve uma boa faculdade.

Porém, é necessário ter uma conexão verdadeira com a carreira. É como um encontro com alguém que você conheceu no Tinder: se não rolar aquela ligação diferente, provavelmente não vai dar certo.

Pense se há interesse por arte, aptidão para enxergar ambientes de um jeito transformado e uma visão diferenciada sobre os espaços. Se a resposta for “sim”, é possível que você e a carreira tenham dado match!

2. Os motivos da escolha também determinam se a área é a certa

Outra bússola para definir se o caminho é o correto é a motivação que existe por trás da decisão sobre a profissão. Ou seja, é fundamental reconhecer o que procura com a graduação e, futuramente, com a atuação no mercado.

Caso o seu objetivo seja melhorar a vida das pessoas, passar por projetos desafiadores ou mesmo deixar tudo mais confortável, é ponto para o time da arquitetura e urbanismo!

Porém, ao só escolher a carreira por uma motivação financeira, pela busca de status ou até por pressão social, é melhor reconsiderar.

3. A visão correta sobre a profissão é outro elemento determinante

Sabe quando você pede um lanche naquela rede de fast food, atraído pela foto saborosa do display, mas termina com uma opção sem graça? Uma decepção semelhante acontece ao não ter a expectativa certa a respeito da arquitetura e urbanismo.

Achar que a profissão consiste apenas em decorar interiores é um grande erro e pode te frustrar no futuro. Por outro lado, se você sabe que um arquiteto projeta e acompanha obras e tem uma função muito determinante no resultado, aí é diferente.

Ao compreender os desafios e as possibilidades da carreira, você terá os pés no chão e, com isso, a certeza de trilhar o caminho certo.

4. A procura por informações sobre a área é um sinal positivo quanto à escolha

Não é obrigatório saber tudo sobre o que vem pela frente antes mesmo de entrar na faculdade. Dá para ter dúvidas a respeito da profissão e, ainda assim, estar na área certa. Mas como isso é possível?

A resposta é simples: buscando informação. Se você tem se preocupado em saber mais do assunto, é sinal que algo, lá no fundo, está te dizendo para seguir por esse caminho.

Inclusive, se chegou até aqui significa que tem se interessado em se aprofundar no tema. Isso demonstra uma motivação importante e que garante que esteja no rumo certo!

Se você quiser, poderá fazer alguns cursos de pequena duração para interagir mais com a área e adentrar ainda mais na sua paixão.

Depois de avaliar esses pontos, você descobrirá se está escolhendo a área certa ao optar pela arquitetura e urbanismo. Na sequência, basta selecionar a faculdade ideal e dar o pontapé inicial em uma carreira de sucesso!

Nos comentários, abra seu coração e diga quais são suas dúvidas sobre seguir nessa área!

Top