Estilista de moda: como saber se essa é a sua profissão?

Estilista de moda: como saber se essa é a sua profissão?
20 de dezembro de 2017 Belas Artes

Está chegando a hora de tomar algumas decisões e escolher a sua profissão? Às vezes, seus hobbies de criança podem virar trabalho. Você também criava diversas peças incríveis para suas Barbies, ou fazia desfiles de moda pela casa com as suas amigas, vestindo as roupas da sua mãe ou do seu pai? #QuemNunca?

Se você é daqueles que adora inventar alguma coisa diferente na hora de se vestir, é um fashionista de carteirinha e está sempre acompanhando as tendências e novidades do mundo da moda, pode ser que a sua conexão com esse cenário vá além de ser um mero espectador. Já pensou em ser estilista de moda?

Para entrar no ramo é necessário dedicação, criatividade e aprendizado constante. Quer saber se a profissão é para você? Continue lendo.

O que o estilista de moda faz?

O estilista de moda destaca-se entre os profissionais do meio fashion como o ser criativo e desenvolvedor de conceitos e tendências. Porém, um bom estilista, sabe que é preciso muito jogo de cintura e know-how de mercado para lidar com toda a gestão comercial que também faz parte do seu trabalho.

O estilista que planeja ter o seu próprio ateliê, precisa gerenciar todo seu staff de costureiras e funcionários. Além de atender aos clientes, criar coleções e desenvolver novidades para o mercado, o estilista de moda precisa ser capaz de criar um diálogo com o mundo através das suas criações.

Criatividade, sensibilidade e atenção aos detalhes são peças-chave no trabalho do profissional.

Aceitar a diversidade e ter a mente aberta

Criar coleções de roupas, acessórios ou joias não significa criar para si mesmo. O estilista de moda precisa ter a mente aberta e aceitar a diversidade de gostos existentes no mercado quando vai criar peças exclusivas para clientes.

Algumas vezes, o mercado prêt-à-porter já vem com tendências referência dos grandes centros de moda internacional e o estilista de moda responsável pela marca precisa inspirar a sua coleção em cima dessas tendências. Ser flexível é essencial dentro do mercado fashion.

Colocar a mão na massa é preciso

Na faculdade de moda, quem sonha em ser estilista vai aprender dentre muitas outras coisas como, história da moda e desenho, a costurar e colocar a mão na massa. Alfinetar manequins, cortar tecidos e manusear aviamentos faz parte de todo o processo. Você está preparado?

As aulas contam com várias horas de trabalhos práticos, que necessitam de muita pesquisa de base para poder fomentar um conceito de criação. Para criar as estampas que vão se destacar na coleção, o estilista de moda precisa de uma história de inspiração.  

Criar dentro do mundo da moda, não é só desenhar uma roupa ou um acessório bonito. Sim, a estética é muito importante, mas é preciso transmitir uma mensagem, um conceito através da moda.

Para ser um estilista de moda é necessário muita dedicação e pesquisa. Estudar a sociedade contemporânea e a história e influência da arte no cenário fashion é fundamental para o desenvolvimento de um bom profissional. Moda é arte. É uma forma de expressão. Ser estilista de moda é ser um artista. Mas é ser um artista que se expressa através da criação de roupas e/ou acessórios, e que sabe lidar com o público e tem feeling de negócios para ser um empreendedor. E aí, ser um estilista de moda é para você? Divida com a gente!

Top