Curso de design de interiores: o que eu aprendo?

Curso de design de interiores: o que eu aprendo?
11 de dezembro de 2017 Belas Artes

curso de design de interiores

O designer de interiores é aquele profissional que cria projetos para residências ou ambientes comerciais e/ou corporativos. Esse profissional também pode realizar projetos para o teatro e TV na área de cenografia. Muito interessante, não?

Mas o que será que você precisaria estudar para se tornar capaz de desenvolver esse tipo de trabalho? Para você conhecer um pouco mais do curso de design de interiores, preparamos o post de hoje. Vem com a gente conhecer!

O curso de design de interiores

O profissional que se forma no curso de design de interiores tem o conhecimento integrado às demais áreas do design (gráfico, de produto, moda etc.). Porém, é mais direcionado à atuação na ocupação de espaços que já foram definidos pela arquitetura.

O designer de interiores é aquele que une a funcionalidade, tecnologia e estética ao conforto, sempre levando em conta os aspectos sociais, econômicos e psicológicos. Tem a finalidade de que os espaços sejam singulares e otimizados.

Por isso, os estudos enfatizam conceitos relacionados à ergonomia, cultura, saúde e tecnologia.

O curso é fornecido com habilitação em bacharelado e tem oito semestres de duração, contando com uma infraestrutura de qualidade, com laboratórios e oficinas. Além das oportunidades de estágio.

curso de design de interiores

As disciplinas do curso de design de interiores

O curso de design de interiores une a teoria e a prática durante a sua formação. Então, não se preocupe: você não ficará preso às matérias teóricas e terá oportunidade de produzir projetos bem interessantes, que trarão maior significado aos seus estudos.

No primeiro semestre, as disciplinas teóricas envolvem história do design, antropologia cultural, fundamentos da história da arte e empreendedorismo. Na parte prática, os alunos começam a vivenciar o desenho de observação e a oficina de marcenaria. Além de terem acesso a disciplinas de metodologia visual bidimensional e projetos de design.

No segundo semestre é possível conhecer um pouco do universo da construção de cenários e também os materiais e revestimentos. Também são vistas disciplinas de ergonomia, semiótica, bioarte e o primeiro laboratório digital.

No terceiro e no quarto semestre são estudados a linguagem fotográfica, elétrica e hidráulica, branding, desenho de objeto e cenografia de interiores. Disciplinas que mexem com o emocional e psicológico também são vivenciadas. Já pensou que interessante é entender sobre conforto biológico, estética e felicidade e design emocional?

Nos semestres seguintes são abordados temas como paisagismo e jardinagem, saúde ambiental e home design. O curso é concluído com o desenvolvimento de um trabalho de conclusão de curso, que começa a ser pesquisado já no 5º semestre. Há ainda as disciplinas optativas, onde você poderá escolher o que incluir na sua formação de acordo com seus interesses.

A diferença entre design de interiores e arquitetura

A principal diferença é que o arquiteto se torna responsável pela realização de vários tipos de obras, envolvendo o domínio de algumas técnicas de engenharia. Enquanto isso, o designer de interiores fica responsável somente pela ambientação do que já está pronto.

Por exemplo: é o arquiteto quem decide sobre as instalações elétricas, projetos de encanamento e derrubada de paredes. Com tudo isso pronto é que entra o trabalho do designer de interiores.

Tirou todas as dúvidas sobre o curso de design de interiores? Esperamos que sim! Caso exista alguma pergunta ou sugestão, deixe aqui nos comentários.

Top